Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Em destaque > CTIC orienta usuários sobre o serviço de anti-spam
Início do conteúdo da página

CTIC orienta usuários sobre o serviço de anti-spam

Publicado: Quinta, 27 de Setembro de 2018, 09h36

O Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTIC) informa que o serviço de anti-spam destinado aos usuários do e-mail institucional da UFPA está disponível. A solução conta com uma capacidade para gerenciar um total de 10.000 (dez mil) contas de e-mail válidas.

 

O que é um spam? - Spams, em geral, são e-mails indesejados enviados para os usuários e possuem um conteúdo duvidoso com diversos objetivos, comumente, usados para promover propagandas ou usados para obter dados pessoais do receptor da mensagem.

Usualmente, esses e-mails apresentam links ou anexos que, quando acessados, instalam programas maliciosos em seu dispositivo, ou redirecionam para páginas suspeitas, requisitando informações do internauta, prática conhecida como “phishing”. Essas informações são usadas para fraudes ou para gerar mais spam. Por exemplo, as senhas podem dar acesso a cartões de crédito e contas bancárias.

Objetivo: A implantação da solução anti-spam tem por finalidade mitigar os problemas gerados pelo recebimento de spams. A ferramenta atua como um “filtro” que seleciona as mensagens eletrônicas, com o propósito de combater esses envios maliciosos e garantir a segurança da navegação do usuário no e-mail institucional.

Relatos: “Alguns usuários reclamam de receber muito spam de propaganda e/ou de e-mail maliciosos. Muitos dos spams são utilizados para capturar dados dos usuários que têm suas contas de e-mail invadidas e, com o ataque, o spammer (aquele que envia spam) passa a enviar spam com a conta de e-mail válida, como se fosse um e-mail autêntico, explica Rômulo Albuquerque, analista de TI, Coordenador de Segurança da Informação CTIC.

Rômulo também explica que, “esse problema, acaba gerando um outro, que ocorre quando o spammer rouba as credenciais de acesso de e-mail (login e senha) do usuário e passa a enviar spams em nome dele. Nesse caso, o serviço de e-mail da UFPA pode entrar nas famosas “listas negras”, gerando, por exemplo, o problema dos e-mails da instituição serem bloqueados para enviar mensagens para destinatários de outros serviços de e-mail”,

“Atualmente possuímos mais de 10.000 (dez mil) contas institucionais, entretanto nem todas as caixas de e-mail são utilizadas pelos usuários, o CTIC realiza um filtro para saber quais contas ainda estão ativas, isso garante uma vida mais longa da solução anti-spam implementada, possibilitando economia de recursos”, segundo o técnico de tecnologia da informação Jean Felix,

Jéssica Castilho, analista de tecnologia da informação, informa que,“Os usuários que desejarem ingressar no serviço, deverão requisitar via sagitta a sua adesão, o processo é automático e assim que finalizado o e-mail já estará passando pelo filtro anti-spam, todo dia será gerado uma lista de e-mails bloqueados, a medida que o tempo passa o sistema torna-se mais inteligente e aprende a diferenciar um e-mail nocivo”.

 

Acesse aqui um manual de como aderir a solução via sagitta.

Para mais informações sobre a solução anti-spam, visite a wiki do CTIC

Gostaria de saber mais sobre spam? Acesse o Antispam.br e confira.

Aprenda sobre a política de e-mail institucional da UFPA, acesse aqui a instrução normativa.

 

Foto: Google

Texto: CTIC

registrado em:
Fim do conteúdo da página